Visitors 28
22 photos
Ao longo deste espetáculo, Diogo Infante vai-se metamorfoseando em oito personagens distintas, que podemos encontrar em muitas cidades ocidentais. A apatia generalizada, a ausência e/ou a contradição dos discursos, a ganância, a violência, o sexo, as drogas, a religião, a banalidade do quotidiano e a procura de sentidos para a vida são temas visados pelas personagens. Todas usam o artifício do discurso direto para desabafar as suas frustrações, que demonstram o absurdo de uma certa modernidade. Após o espetáculo, Diogo Infante estará à conversa com o público, num ambiente informal.